Fundação Gulbenkian na Future Architecture Platform

A Fundação Calouste Gulbenkian é um dos novos membros da Future Architecture Platform, uma estrutura europeia de museus, festivais e produtores que promove a criatividade para aproximar as cidades e a arquitetura do público. Esta plataforma enquadra-se na iniciativa europeia Europa Criativa, numa ação que visa promover a mobilidade e visibilidade de artistas e obras, e promover o desenvolvimento de talentos emergentes.

O anúncio, que representa um reconhecimento de que o Museu Gulbenkian é uma entidade muito relevante no panorama expositivo nacional e europeu, surgiu durante o encontro da plataforma realizado em Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian, onde foi apresentado o balanço do primeiro ano de atividade desta estrutura e onde foi lançado o ‘open call’ para o programa de ideias de 2017 (candidaturas até 9 de janeiro), que envolve conferências, exposições e ‘workshops’ nos vários países aderentes.

Coordenada pelo Museum of Architecture and Design, em Ljubljana, na Eslovénia, a Future Architecture Platform conta com membros como a Oris House of Architecture, em Zagreb, na Croácia, o Museum of Architecture em Wroclaw, na Polónia, o National Museum of XXI Century Arts, em Roma, Itália, e o Copenhagen Architecture Festival, na Dinamarca, entre outros, num total de 18 entidades. A Fundação Gulbenkian é o segundo membro português a entrar nesta plataforma pan-europeia, depois da Trienal de Arquitetura de Lisboa que entrou logo em 2015, quando se deu o lançamento desta estrutura.

Em declarações à Agência Lusa, o presidente da Trienal de Arquitetura de Lisboa, José Mateus, sublinhou que “esta iniciativa reúne parceiros num trabalho conjunto de programação e de captação de meios financeiros da União Europeia para a área da cultura, e tem também o objetivo de apoiar os jovens talentos emergentes na arquitetura mundial.”

Para além da Fundação Calouste Gulbenkian, entre os novos membros da plataforma conta-se a One Architecture Week, de Plovdiv (Bulgária), Bureau-n, de Berlim (Alemanha) e Forecast platform, também de Berlim. Com a entrada na Future Architecture Platform, a Fundação Gulbenkian pode agora participar na configuração de uma programação geral de todos os parceiros e integrar criadores na sua programação ligados ao projeto, tendo a possibilidade de se candidatar a apoios financeiros europeus na área da cultura.

Updated on 22 fevereiro 2017